segunda-feira, 16 de maio de 2022

Concurso de Escrita Criativa para Famílias - RESULTADOS


 

O Agrupamento de Escolas Emídio Navarro, com uma presença significativa neste concurso literário de escrita criativa, mobilizou os alunos e as suas famílias, no 1º ciclo do ensino básico e educação pré-escolar que acabaram por obter quatro prémios, distribuídos por todos os escalões.



Os resultados foram os seguintes:

1º Escalão (Pré-Escolar) 

Agrupamento de Escolas Emídio Navarro:

- “A Princesa e o Gato”, de Maria D.B., sob o pseudónimo de “Mia Ralfes”, do Jardim de Infância de Almada, Pré-escolar, Grupo 3.


2º Escalão (1º e 2º Anos) 

Agrupamento de Escolas Emídio Navarro:

- “O Monstro Boba”, de Clara S.R., sob o pseudónimo de “Adriana Luzinha” 

   Escola Básica nº 3 Cova da Piedade, 1º ano, turma A.

 

3º Escalão (3º e 4º Anos) 

Agrupamento Escolas Emídio Navarro:

- “Ariel”, de Ema S.R., sob o pseudónimo de “Vasco Amor” 

    Escola Básica da Cova da Piedade, 4º ano, turma A.


- “Cassilda, a Borboleta e Alberto, o Verme”, de Alice N.M., sob o pseudónimo de    “Dimitri Lopez”   

  Escola Básica da Cova da Piedade, 4º ano, turma A.


MUITOS PARABÉNS A TODOS OS ENVOLVIDOS, 
ESPECIALMENTE AOS VENCEDORES!!

A Cerimónia de Entrega de Prémios terá lugar na Biblioteca Municipal Romeu Correia, Sala Pablo Neruda, no dia 20 de maio de 2022, pelas 18 h.

O Concurso de Escrita Criativa para Famílias, insere-se no Plano Local de Leitura (PLL) de Almada. É uma iniciativa de escrita literária na modalidade de prosa, promovida pela Câmara Municipal de Almada em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e os Agrupamentos de Escolas, e tem como objetivos desenvolver e consolidar hábitos de leitura e escrita, promover a criatividade, estimular a relação criança/família/escola através da criação de histórias, e contribuir para a melhoria dos resultados escolares dos alunos na área da língua portuguesa. O concurso distingue, em cada ano letivo, os três melhores textos (histórias) escritos em família, por escalão a concurso, de alunos do ensino pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico.

segunda-feira, 2 de maio de 2022

Hora do Conto com peluches

Na sexta-feira passada, retomámos a Hora do Conto na Escola Básica de Almada, com a história de uma toupeira que queria a lua, lida pela  PB Carla Crespo e encenada pelo 1ºA, a cargo da professora Selene Fernandes. 

As crianças reagiram com entusiasmo, sobretudo aos peluches em feltro (toupeira, esquilo e ouriço) criados pela D. Senhorinha Salsinha, Assistente de Biblioteca na EDAC, expressamente para esta atividade.




Ao longo do mês de maio, as turmas do Jardim de Infância e do 1º ciclo da EDAC também participarão nesta aventura tão ambiciosa. 




Ainda abril...

O mês que terminou foi ainda dedicado, na BE da EDAC, a destaque de livros sobre o 25 de abril, a liberdade, a cidadania, os direitos humanos e o seu incumprimento em diversas latitudes e circunstâncias, o que suscitou o interesse dos alunos de 2º e 3º ciclos.


Além disso, as nossas Assistentes de Biblioteca (D: Deolinda Costa e D. Senhorinha Salsinha) ajudaram a harmonizar a exposição do poema "Liberdade", de Paul Eluard, no original francês e em tradução portuguesa. 





O que nos reservará o mês de maio?

Formação de Assistentes de Biblioteca

O apoio às atividades curriculares e extracurriculares é uma das dimensões do trabalho da Biblioteca Escolar.  

Nos últimos meses, na EDAC, apoiámos as turmas no preenchimento de questionários, por solicitação da direção do Agrupamento. Para tal, as Assistentes de Biblioteca participaram numa breve sessão de formação dinamizada pela professora bibliotecária Carla Crespo, a fim de criarem atalhos de endereço dos ditos questionários. E tudo foi muito mais rápido e fácil. Porque uma das máximas da biblioteconomia é precisamente "Poupar tempo ao utilizador". 



Português para ucranianos

Em abril, a Biblioteca Escolar da EB D. António da Costa, Almada, acolheu um grupo de alunos ucranianos e forneceu-lhes ferramentas para a aprendizagem da língua portuguesa, cada um ao seu ritmo. E assim, com a RTP Ensina, o resultado foi este:




terça-feira, 19 de abril de 2022

EB1 de Almada - Semana da Leitura: Livro a Ler


A atividade "Livro a Ler" destina-se à divulgação de leituras, de preferência entre pares. E foi o que sucedeu na  turma do 4.ª A, da Profª. Sara Luísa, numa sessão realizada pelo aluno dessa turma, Sebastião Gonçalves, com o apoio da professora Bibliotecária, Sara Cacela.

O Sebastião procurou motivar e aguçar a curiosidade dos seus colegas para a leitura do livro Todos os escritores do mundo têm piolhos na cabeça, de José Luís Peixoto, leitura feita para a 15.ª edição do Concurso Nacional de Leitura, cuja apresentação foi muito bem preparada, o que lhe valeu ser selecionado para a fase intermunicipal do Concurso que se realizará em breve. 

A apresentação à sua turma incluiu uma pequena encenação e algumas pistas sobre o livro sem revelar o seu conteúdo e, também, a leitura de um excerto. No final, os seus colegas foram desafiados a dizer se iam ler o livro, se talvez o fossem ler ou se não o iam ler. Bem... conclui-se que este livro vai ser muito requisitado! 😉

Parabéns ao Sebastião por ser bom leitor e também bom comunicador!! 😄👍

segunda-feira, 4 de abril de 2022

EB Cova da Piedade - um presente para a Biblioteca

Estávamos na Semana da Leitura, com  muitas atividades a decorrer, e, de repente, num intervalo entre uma e outra, aparece uma aluna com um presente para a Biblioteca! Um poema sobre os livros com  uma ilustração muito adequada e bonita!

Palavra puxa palavra e ficamos a saber do enorme gosto desta aluna, N.B., pela produção escrita, especialmente poesia! Pelos vistos, tem muitos poemas de qualidade (confirmada pelos professores!!😉) nos seus cadernos e fichas escolares e, desde há uns tempos, anda a coligi-los num caderno especial, uma espécie de diário gráfico. Neste, a produção é em parceria pois os desenhos são de um colega de turma que adora ilustrar os textos da amiga. É o M.!! Abraçados e sorridentes, consideram-se "uma dupla imbatível"!

Transcrevemos o poema: 

Se os livros tivessem sentimentos

Se os livros tivessem sentimentos
ia ser muito diferente
iam ter roupas muito giras
iriam andar e falar como gente.

Dependendo do tema que têm
iam ser tristes ou alegres,
de vidas muito longas e algumas muito breves.

Ó livros, ó livros, Fonte de sabedoria.
Vai haver sempre um humano para te censurar,
Porque há pessoas que escrevem livros que fazem pensar.

Uma imensidão de aventuras
que te levam para outro mundo.
Nunca digas que não gostas de um livro,
sem primeiro experimentar ir até ao fundo.

Ó livros, ó livros, Fonte de sabedoria!

sábado, 2 de abril de 2022

EB de Almada - Escola a Ler - 2ºA e 2ºB

 

No dia 1 de abril, sexta-feira, foi dia de ida à Biblioteca Escolar. Só que desta vez não foi a professora bibliotecária que contou histórias. Foram, sim, os meninos do 2ºA e do 2ªB que leram poemas.  
















Apesar da sua tenra idade e de estarem apenas no 2º ano de escolaridade, muitos já se preocuparam com a expressividade e manifestaram gosto pela leitura em voz alta. E assim leram poemas de Maria Alberta Meneres escolhidos por cada um para os colegas, para as professoras titulares Susana Ribeiro (2ºA) ou Susana Gardete (2ºB) e para a professora bibliotecária que acompanha estas turmas. 












Todos apreciaram estes pequenos e promissores leitores, que deixaram as professoras titulares muito orgulhosas e de coração cheio. 
Para a semana, haverá novos leitores!


Jogar às escondidas com livros?

 Como é que arrumamos os livros em casa?

Uns arrumam os livros por tamanhos, outros com cuidado para que o gato de lá de casa não lhes chegue... O Pedro escolhe aqueles de que gosta mais para um lado, depois os de que gosta menos e à parte os livros que são para a mãe ler. E a Fabiana disse-nos que arruma os livros por ordem alfabética (de acordo com o título de cada um).

E na biblioteca, como arrumamos os livros? E como distinguimos uns dos outros?


Depois da conversa com os meninos do 1ºA da EB de Almada, a professora bibliotecária (PB) explicou que há muitos modos de arrumar os livros em casa, mas que nas bibliotecas eles estão organizados de forma especial.

Para já, começámos por ver o que distingue um exemplar de outro que parece exatamente igual, mas que não é, pois cada um tem o seu "cartão de cidadão", ou seja, um nº de registo único junto do carimbo da escola.

Ainda houve tempo para uma brincadeira. Os alunos trocavam livros entre si do mesmo autor e com o mesmo título (ou seja, livros aparentemente iguais) e a PB tentava adivinhar onde estava cada exemplar que tinha sido trocado. A partir deste "jogo das escondidas dos livros", as crianças perceberam que, na verdade, não se tratava de adivinhar, mas sim de ler o número de registo de cada livro e assim distinguir o 1800 do 1801, por exemplo. 

É fácil, não é? Agora já sabem também que quando requisitam um livro têm que o devolver pessoalmente; não podem confundi-lo com os livros dos colegas, pois cada exemplar é único.   

Para a semana continuaremos a nossa formação de utilizadores, com mais jogos e surpresas.  

Encerramento Semana da Leitura - EDAC

Ao longo da semana mais longa de março, que se traduziu no Mês da Leitura, muitas reflexões se fizeram, a partir dos livros apresentados. A temática comum foi a inclusão.


Biblioteca da Escola D. António da Costa

Sobre este tema - e o combate à segregação racial e ao bullying - os alunos do 5º 9 e do 6º1 (das professoras Sílvia Macedo e Marina Neves, respetivamente) escreveram mensagens, as quais foram expostas no painel que aglutinou desenhos e objetos alusivos às obras trabalhadas nas sessões de leitura com a professora bibliotecária Carla Crespo. 


Gonçalo, 5º9, a partir da história Orelhas de borboleta







Mensagens inspiradas na obra O autocarro de Rosa Parks

Mensagem final do livro Somos todos milagres



 

sexta-feira, 1 de abril de 2022

EB dos Caranguejais - Trabalhar a leitura em sala de aula

Na turma do 3º A, da Profª Cristina Rodrigues, os alunos andam a construir o painel das biografias dos autores portugueses que vão conhecendo. Esta Semana da Leitura suscitou o destaque de dois escritores, neste painel literário...😉 Será que as suas histórias ficaram a bailar nas cabeças (na lua) e nos corações de flor dos nossos alunos?... 😍

Divulgação de Leituras - Semana da Leitura ESEN

Apresentação sobre a obra José Saramago Homem Rio realizada por Carlos Antunes do 8.º A, sob orientação da professora de Português Conceição Costa,  tendo em vista a divulgação e a promoção da leitura junto da turma.


 

quinta-feira, 31 de março de 2022

ESEN - Semana da Leitura - "Conhece o escritor..."


A atividade "Conhece o escritor..." decorreu na Escola Secundária Emídio Navarro em seis sessões, preparadas e dinamizadas pelos alunos e apresentadas aos colegas na Biblioteca Escolar e em contexto de sala de aula. Os alunos envolvidos mostraram um conhecimento aprofundado das obras apresentadas já que se trata das obras que estes alunos leram e prepararam para o Concurso Nacional de Leitura deste ano. Na verdade, nota-se um crescente à vontade nestas apresentações, o que significa a consolidação de competências de comunicação patentes na atenção e interesse dos colegas. Confirmou-se ser uma boa estratégia a valorização da leitura entre pares.

As sessões foram as seguintes.

"Conhece os escritores -  Memórias de Saramago e Romeu Correia, Cais do Ginjal", dinamizada pelos alunos Inês Bernardo e Diogo Gomes, na Biblioteca Escolar."

Conhece o escritor -  Romeu Correia, Cais do Ginjal", dinamizada pela aluna Carolina Ferreira com a colaboração da PB, na aula de português da prof.ª Helena Batista, da turma 11.º CT4


"Conhece o escritor -  Memórias de Saramago", realizada na turma 10.º CT1  por um grupo de alunos da turma, na aula de biologia da prof.ª Teresa Lourenço.

"Conhece o escritor -  Memórias de Saramago", dinamizada pela aluna Cristina Lin, nas aulas de português da prof.ª Conceição Costa, das turmas 8º A e  11.º CSE.

"Conhece o escritor -  Saramago Homem-Rio", dinamizada pelo aluno Carlos Antunes, na aula de português da prof.ª Conceição Costa, da turma 8.º A.

PARABÉNS A TODOS OS INTERVENIENTES NA CONCRETIZAÇÂO DA INICIATIVA!

segunda-feira, 28 de março de 2022

Orelhas grandes? Não, são só orelhas de borboleta

Orelhas de borboleta, de Luísa Aguilar (il. André Neves), é uma pequena grande história sobre o modo de nos olharmos e olharmos para os outros. 



É também a história de uma mãe (que pode ser cada um de nós) que ajuda a filha, com orelhas grandes, pobre e rejeitada pelos colegas, a aceitar-se como é e a sentir-se feliz. 







Depois de dramatizarem esta e outra história (Avós, de Chema Heras, com ilustrações de Rosa Osuna), os nossos pré-adolescentes de 6º ano refletiram sobre bullying e sobre o respeito pelo outro. Porque a leitura é também um espaço de cidadania. 






Numa das sessões, a história foi lida expressivamente pela  professora Rosário Pereira, de Artes, que por ali estava de passagem e que prometeu voltar à EDAC.